O menino que não podia pausar

Assoprou o cartucho e passou a mão por cima do console. Era um velho hábito que remontava mais de dezessete dias. Tirava de cima do console, ainda com cheiro de novo, poeiras imaginárias. Aquele retângulo preto com um detalhe vermelho, meio bordô meio grená de tão bonito que era nem sabia o nome da cor. Ganhou da vó no Natal e 1990 já parecia tão longe e obsoleto diante da tela da TV que agora brilhava com 32 cores simultâneas das 64 disponíveis.

Começou a jogar Alex Kidd e era como se tivesse jogado aquilo a vida inteira. Estava indo bem, estava indo longe pegando motinho e ganhando no joquempô. Pensava em papel, o cara colocava pedra. Pensava em tesoura, o cara colocava papel. Aquilo estava indo bem demais. Nem o calor de 42 graus do verão das férias podia incomodar. Para ele, ali, a sensação térmica era de 38 graus, fácil. Depois de oito horas seguidas de jogo ele já estava muito longe, porém algo começou a incomodar. Os trânsitos intestinais indicavam que atrás daquele controle havia um ser vivo.

Hoje em dia qualquer um esticaria o dedão e meteria um “pause” na tela. Entretanto, o Master System nunca te daria esse luxo. Pausar o jogo quando se joga sozinho é um luxo inimaginável. Mesmo pedir alguém pausar para você poderia acarretar em humilhantes favores a serem cobrados posteriormente. Só foi descoberto às oito da noite quando seus pais chegaram em casa e encontraram o corpo caído tentando se esticar em direção ao console. Desmaiado. Estava desidratado e não conseguiu controlar o próprio intestino.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em @escuerzo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s